symbol Notícias
24
abril 2019

3ª Tertúlia DUAL

“Competições internacionais: desafios e experiências”, foi o tema da 3ª Tertúlia da DUAL dedicada ao desporto automóvel.

Dando continuidade a uma iniciativa que remonta a 2017, a DUAL realizou no passado dia 13 de abril mais uma Tertúlia no seu Centro DUAL Porto.

Moderado pelo Hugo Reis (Diretor da Revista Topos & Clássicos) e o José António Marques, que possui uma grande experiência como speaker e comentador de eventos ligados aos rallys, o painel de oradores proporcionou uma longa tarde de conversa à volta do tema proposto.

As mais de 60 pessoas que participaram nesta tertúlia (formandos, representantes e colaboradores de empresas formadoras e sócias da CCILA, formadores e outros convidados), puderam assistir à partilha de experiências, conhecimentos e opiniões de um vasto painel de oradores. Puderam ainda ouvir histórias curiosas e divertidas, por quem as viveu na 1ª pessoa.
Pilotos, navegadores, organizadores, preparadores, responsáveis de equipas e jornalistas, todos foram unânimes: embora os desafios sejam enormes, Portugal possuiu profissionais capazes de competir com os melhores do mundo. E os exemplos disso são muitos!

A primeira Tertúlia DUAL realizou-se em 2017 e teve como objetivo assinalar os 50 anos do Rally de Portugal. Depois disso, e tendo em conta o sucesso dessa edição, voltou a realizar-se em 2018, dando mais destaque ao tema “Assistência e Preparação das viaturas de Rally”. Por estas 2 edições passaram nomes como: Joaquim Santos, Joaquim Moutinho, Jorge Ortigão, Pina de Morais, Fausto Nunes, Porfírio dos Santos, Tiago Allen, Luciano Carvalho, Miguel Matos, entre outros.

A DUAL, o serviço de Qualificação Profissional da Câmara de Comércio e Indústria Luso-Alemã desenvolve vários cursos na área automóvel que são frequentados por jovens, o que leva a que estas iniciativas sejam muito acarinhadas e participadas.

Considerando que este ano a CCILA celebra 65 anos, esta 3ª Tertúlia teve um significado especial. Essa foi, também, a razão para a escolha do tema da internacionalização, que os moderadores e oradores souberam tratar de forma muito interessante, partilhando experiências e reflexões que podem ser utilizadas noutros setores e atividades.

Paralelamente à Tertúlia, a DUAL organizou uma exposição de miniaturas do Rally de Portugal, que integra 160 exemplares da coleção particular do Francisco Carvalho, que além de formador da DUAL é o mentor destas iniciativas.

Da parte da DUAL fica a promessa de que haverá uma 4ª edição, para a qual já está definido o tema: “Mulheres nos desportos motorizados”.

Aqui fica um breve registo biográfico dos oradores que participaram nesta edição:

Armindo Araújo – atualmente integra a equipa da Hyundai Portugal, sendo o campeão nacional em título. Já foi 5 vezes campeão nacional de ralis: 2003 (Saxo), 2004 (Saxo), 2005 (Mitsubishi Lancer EVO XIII), 2006 (Mitsubishi Lancer EVO XIII), 2018 (Hyundai). Foi Campeão do Mundo de Ralis PWRC em 2009 (Mitsubishi Lancer EVO IX) e 2010 (Mitsubishi Lancer EVO X)

Luís Ramalho – Depois de uma breve experiência como piloto, Iniciou-se como navegador em 1998, tendo navegado, entre outros, Joaquim Alves, Vitor Pascoal e Carlos Vieira. Foi navegador de alguns pilotos estrangeiros. Fez 176 ralis.

Paulo Marques - Venceu 11 vezes o Campeonato Nacional de Enduro.
Participou 10 vezes no Rali Dakar em moto: de 1994 a 2003. Em 1997 terminou em 8º da Geral e 1º da Classe. Entre 2004 e 2007 participou no Dakar em automóvel.

Jorge Ortigão – com uma longa carreira de piloto (1973 a 1988) recheada de vitórias, esteve durante muito anos ligado à Toyota e à equipa da Salvador Caetano. Foi durante muitos anos responsável pela Motorshow Autoclássico Porto, que se realiza anualmente na Exponor.

Pedro Ortigão - é o atual responsável pela organização da Motorshow Autoclássico Porto e do Rali Spirit, que tem trazido a Portugal muitos pilotos estrageiros de renome. Tem uma longa carreira ligada ao desporto automóvel, tendo sido, também, piloto entre 2000 e 2010.

Porfírio Santos – um histórico dos Ralis e das Tertúlias da DUAL. Correu com um Datsun 1200 no Rali de Portugal 1977 tendo vencido a classe e é um apaixonado pelos Ralis e pela escrita.

Fausto Nunes – preparador (Faustune), trabalhou vários anos em Inglaterra em equipas de referência, integrou equipas nacionais de renome. É um dos mais conceituados preparadores portugueses!

Nuno Magalhães – embora ainda muito jovem, foi engenheiro de pista da Juno Racing e fundador da Comval Racing. A equipa de Nuno Magalhães é responsável por carros que correm um pouco por todo o mundo, em diversas modalidades.

João Baptista – é o mentor e organizador do Troféu Peugeot 106.