symbol Notícias
8
abril 2020

Encontro do Grupo de Trabalho do Mediterrâneo

Na passada sexta-feira, reuniu-se virtualmente o Grupo de Trabalho das Câmara de Comércio e Indústria Alemãs (AHKs) da região do Mediterrâneo, com o objetivo de trocar experiências em relação aos desafios colocados pela COVID-19 e de dar, simultaneamente, continuidade à atividade deste Grupo.

No encontro virtual participaram as AHKs de Portugal, Espanha, Itália, Grécia, França, Egito e Tunísia e todas informaram que de momento as suas equipas se encontram em home office.

Os desafios colocados às AHKs são semelhantes, embora com algumas diferenças: no caso das AHKs Portugal, Espanha e Grécia, que fazem formação inicial para jovens, houve necessidade de suspender a mesma. No caso de Portugal, espera-se que a aprendizagem seja retomada e concluída na íntegra e que o tempo de suspensão seja acrescentado no final dos períodos de formação. No entanto, está a ser avaliada a possibilidade de se fazer alguma formação em e-learning. Em Espanha, está a ser estudada a possibilidade de cancelar parcialmente a formação prática em contexto de trabalho. No caso da AHK Grécia, continuam a ser ministrados alguns conteúdos através de formação à distância, incluindo alguns módulos práticos, nos quais o formador vai exemplificando na sua cozinha pessoal.

Os exames finais para os jovens mantêm-se nos três países, embora em datas posteriores, ainda por definir.

A AHK França tem um grande foco na formação profissional dual de nível universitário e, nesses casos, a formação teórica está a realizar-se em e-learning. A AHK Itália está a realizar vários webinars, a trabalhar nos projetos na área da digitalização e na formação de tutores via online, uma vez que a AHK Itália é a que há mais tempo se encontra em resguardo e em situação de home office.

Em relação à formação contínua, todas as AHKs estão a organizar-se para realizar o que seja possível em formato online, utilizando diferentes ferramentas, tais como: Teams, GoToWebinar ou Humantrain.
Durante a troca de experiências, chegou-se à conclusão que, apesar do ensino e aprendizagem à distância ser uma alternativa válida nesta fase da pandemia, existem vários constrangimentos na transmissão de alguns conteúdos. Há objetivos e competências que são difíceis de transmitir na formação à distância, como acontece com a formação de tutores.

O encontro presencial do Grupo de Trabalho do Mediterrâneo, que estava agendado para outubro desde ano no Cairo, foi adiado para o início do ano 2021, uma vez que todas as AHKs estão a prever que as suas atividades já estejam a funcionar normalmente em setembro, causando uma sobrecarga de trabalho nessa altura. Prevê-se que possa haver sobreposição de datas depois da retoma das atividades e todos foram da opinião de que o adiamento do encontro presencial seria benéfico para as AHKs. No entanto, passará a ver mensalmente um encontro virtual deste grupo de trabalho.